Lucas BARRIOS

Natural de San Fernando, Argentina, Lucas Ramón Barrios Cáceres naturalizou-se paraguaio em abril de 2010, meses antes de disputar a Copa do Mundo pelo país. Filho de mãe paraguaia, o centroavante vinha de campanhas artilheiras com Colo-Colo (CHI) e Borussia Dortmund (ALE) e vislumbrava jogar um Mundial. Em fevereiro de 2017, chegou ao Grêmio com a credencial de goleador e campeão: venceu as Ligas alemã e chilena; e o Brasileiro e a Copa do Brasil pelo Palmeiras.

A carreira de Barrios teve início em 2004, quando defendia o Argentinos Juniors. Em seguida, passou por Tigre (ARG), Temuco (CHI) e Tiro Federal (ARG). Contratado pelo chileno Cobreloa, em 2006 o atacante destacou-se marcando 26 gols em 35 jogos. A boa campanha no futebol do Chile despertou o interesse do Atlas, do México, em 2007.

Em 2008, retornou ao país andino para defender o tradicional Colo-Colo. Pelo Cacique, sagrou-se campeão do Torneio Clausura e atingiu a marca de 53 gols em 58 apresentações, o que lhe rendeu o prêmio de artilheiro do mundo pela IFFHS naquele mesmo ano. Ainda no Chile, conquistou mais três distinções: Melhor Jogador do futebol chileno pela revista El Gráfico Chile, Melhor Atacante do país pela Associação Nacional de Futebol Profissional (ANFP) e Chuteira de Ouro do futebol chileno pela ANFP.

Negociado com o Borussia Dortmund, da Alemanha, em 2009 Barrios mais uma vez obteve destaque individual e títulos. Sagrou-se bicampeão alemão nas temporadas 2010/2011 e 2011/2012. Ainda venceu a Copa da Alemanha em 2012, quando o Dortmund bateu o Bayern de Munique na decisão. Ao todo, marcou 49 gols em 102 partidas pela equipe germânica.

Após a vitoriosa passagem pelo Velho Continente, transferiu-se ao Guangzhou Evergrande, da China, onde também conquistou títulos. Participou das conquistas da Super Liga Chinesa e da Copa da China na temporada 2012. Em 2013 retornou à Europa, desta vez para defender o Spartak de Moscou, da Rússia. Após um ano no futebol russo, foi contratado pelo Montpellier, da França, onde balançou a rede 11 vezes em 33 jogos.

Barrios desembarcou no Brasil em 2015, carregando na bagagem trajetórias de sucesso na América do Sul, Europa e Ásia. Logo na primeira temporada como atacante do Verdão, foi decisivo na conquista da Copa do Brasil marcando um gol contra o Cruzeiro, nas quartas, e dois contra o Fluminense no jogo de volta da semifinal. Na final diante do Santos, teve participação direta na construção do primeiro gol palmeirense. No ano seguinte, coroou sua passagem no Palestra sagrando-se campeão brasileiro.

Com a camisa da Seleção Paraguaia, integrou o elenco que obteve o melhor resultado do país na história das Copas. Em 2010, a equipe comandada por Tata Martino alcançou as quartas de final no Mundial da África do Sul, sendo eliminada apenas pela então futura campeã Espanha. Também pela seleção nacional, foi vice artilheiro da Copa América de 2015, com três gols anotados.

Pelo Grêmio, Barrios afirmou-se rapidamente e alcançou a artilharia isolada da equipe ainda no primeiro semestre, balançando as redes em todas as competições disputadas. Decisivo no tri da América conquistado pelo Tricolor, deixou o clube gaúcho como goleador da equipe em 2017, com 18 bolas na rede, para acertar o retorno ao seu país de nascimento e defender o Argentinos Juniors. Para o segundo semestre de 2018, transferiu-se ao Colo-Colo como uma das principais contratações para a Copa Libertadores.

Ficha técnica
33 anos - 13/11/1984
San Fernando-ARG

Clubes
2004 | Argentinos Juniors-ARG
2004 | Tigre-ARG
2005 | Temuco-CHI
2006 | Tiro Federal-ARG
2006 | Cobreloa-CHI
2007 | Atlas-MEX
2008 | Colo Colo-CHI
2009 | Borussia Dortmund-ALE
2012 | Guangzhou Evergrande-CHN
2013 | Spartak Moscou-RUS
2014 | Montpellier-FRA
2015 | Palmeiras-BRA
2017 | Grêmio-BRA
2018 | Argentinos Juniors-ARG
2018 | Colo Colo-CHI

Títulos
2008 | Campeonato Chileno
2011 | Campeonato Alemão
2012 | Campeonato Alemão
2012 | Copa da Alemanha
2012 | Super Liga Chinesa
2012 | Copa da China
2015 | Copa do Brasil
2016 | Campeonato Brasileiro
2017 | Copa Libertadores da América