Andrés D’ALESSANDRO

Nascido em Buenos Aires, Andrés D’Alessandro desfilou desde cedo nos gramados o talento da sua perna canhota. Matriculado na escolinha do River Plate, cresceu e viveu por mais de 10 anos no Monumental de Nuñez.

Profissionalizou-se em 1998, para na sequência conquistar três títulos nacionais pelo clube argentino. Depois de temporadas de muito sucesso usando a histórica camisa 10 do time portenho, transferiu-se para o Wolfsburg, da Alemanha, em 2003. Lá permaneceu por três anos, até definir o seu novo destino: o futebol inglês, onde passou a defender o Portsmouth a partir de 2006.

Alguns meses depois de chegar à Terra da Rainha, concretizou a saída rumo a outro forte mercado europeu, a Espanha. Contratado pelo Zaragoza, atuou no país durante uma temporada e meia até retornar ao seu local de origem, repatriado pelo San Lorenzo após a indicação do técnico Ramón Diaz, que apostava no meia-esquerda como o centro da equipe que disputaria a Copa Libertadores de 2008.

No segundo semestre daquele ano, cumprida a nova passagem pela Argentina, o jogador resolveu encarar o desafio de vencer no Brasil, com a camisa do Internacional. Unindo dedicação e talento, conseguiu adaptar-se rapidamente e de cara mostrar seu poder de decisão, conquistando a inédita Copa Sul-Americana logo ao desembarcar no estádio Beira-Rio.

À glória inicial, somaram-se outras tantas, invariavelmente sendo um dos protagonistas. Em 2009, o Campeonato Gaúcho e a Copa Suruga, disputada no Japão. Em 2010, o auge com o título da América e a escolha de melhor jogador do continente, através de tradicional eleição realizada pelo jornal uruguaio “El País”. Já em 2011, outro Estadual e a Recopa Sul-Americana, diante do Independiente (ARG). No ano seguinte, novo título gaúcho, com a participação decisiva do camisa 10 na finalíssima.

D’Alessandro teve uma temporada espetacular em 2013. Foi o artilheiro do Inter na temporada, com 20 gols. No Campeonato Brasileiro, por exemplo, marcou 11 vezes e ainda contribuiu com nove assistências. Os números positivos renderam a ele o prêmio de Melhor Jogador Estrangeiro em atividade no Brasil, em escolha feita pela agência EFE.

Em 6 de abril de 2014, deixou mais uma vez seu nome na história, marcando o primeiro gol do novo Beira-Rio. Em uma bela cobrança de falta, o camisa 10 abriu o placar na vitória sobre o Peñarol, do Uruguai.

Além da trajetória dentro dentro de campo, D’Ale nunca deixou de contribuir com os mais necessitados. Em dezembro de 2014, o craque organizou o Lance de Craque, partida beneficente que reuniu estrelas do futebol mundial e levou mais de 35 mil pessoas ao estádio Beira-Rio. A renda do jogo foi dividida entre cinco instituições de caridade que dedicam seus esforços à construção de um cenário melhor para crianças e adolescentes que se encontram em situações diversas de vulnerabilidade.

Logo no início de 2015, o camisa 10 atingiu nova marca significativa: 300 jogos pelo Inter. Ainda no primeiro semestre, conquistou seu 10º título com a camisa colorada: o Gauchão daquele ano. Fora das quatro linhas, recebeu o título de Cidadão de Porto Alegre, uma homenagem da população da cidade gaúcha pelos serviços prestados como atleta.

Na abertura de 2016, definiu seu retorno ao país natal para novamente vestir a camisa do River, por empréstimo de um ano, e disputar a Copa Libertadores da América pelo clube que o revelou para o futebol mundial. Findado o contrato, retornou ao Rio Grande do Sul como principal reforço do Internacional para a temporada de 2017.

Ficha técnica
36 anos - 15/04/1981
Buenos Aires-ARG


Clubes
1998 | River Plate-ARG
2003 | Wolfsburg-ALE
2006 | Portsmouth-ING
2006 | Zaragoza-ESP
2008 | San Lorenzo-ARG
2008 | Internacional
2016 | River Plate-ARG
2017 | Internacional

Títulos
2000 | Campeonato Argentino
2001 | Campeonato Mundial Sub-20
2002 | Campeonato Argentino 
2003 | Campeonato Argentino
2004 | Jogos Olímpicos
2008 | Copa Sul-Americana
2009 | Campeonato Gaúcho
2009 | Copa Suruga
2010 | Copa Libertadores
2011 | Campeonato Gaúcho
2011 | Recopa Sul-Americana
2012 | Campeonato Gaúcho
2013 | Campeonato Gaúcho
2014 | Campeonato Gaúcho
2015 | Campeonato Gaúcho
2016 | Recopa Gaúcha
2016 | Recopa Sul-Americana
2017 | Recopa Gaúcha